Empreender é ousar com sabedoria, não somente copiar.

 

Temos acompanhado no Brasil, em especial nos últimos dois anos, um verdadeiro “booom” dos empreendimentos e projetos voltados para o setor turístico, não obstante, totalmente impulsionados pelos argumentos e ações para Copa das Confederações, Copa do Mundo de 2014 e Olimpíadas de 2016.

 

Um fato curioso neste aspecto, é que uma velha mania do brasileiro ficou mais evidenciada: o copiar. Kotler (2003) define que o empreendedorismo deve sim fazer uso das ferramentas que valorizam o Brainstorming (tempestade de ideias) analisando modelos de sucesso e adaptando a uma nova realidade.

O grande problema é que nem sempre os tupiniquins sabem cumprir esta etapa de adaptar um modelo de empreendimento à sua realidade. Isso causa uma série de transtornos que culminam, em grande parte, com o fechamento do empreendimento.

 

Adaptar uma ideia bacana para a sua realidade, é o processo de entender o Mercado e seus objetivos nele, por exemplo: se sua cidade não está pronta para receber um McDonald’s, você deve criar um serviço no padrão de qualidade que se assemelhe ao serviço de uma grande rede, sem os custos altíssimos desta.

 

A grande sacada está em oferecer, antes de tudo, criatividade e qualidade. Os consumidores de uma nova classe social, que viajam mais, consomem mais e almejam um novo estilo de vida, buscam sempre experiências inovadoras, criativas, estimulantes.

 

Uma boa sacada para você que quer empreender e fazer sucesso no segmento turístico nestes próximos anos é: crie novas experiências para seu cliente!

 

A onda do momento, afinal, é a Economia Criativa... mas este é assunto para um novo post, que virá em breve.



Escrito por Adm. Jacques Fernandes às 15h53
[] [envie esta mensagem] []



[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]




Dê uma nota para meu blog


jacques.fernandes@bol.com.br


UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis



XML/RSS Feed